PUBLICIDADE

Zena e André Abrantes sentem-se “perseguidos” pelos vídeos íntimos: “Não pode ficar impune…”

Zena e André Abrantes viram vídeos íntimos a serem expostos na internet. O caso deu que falar e o casal vai agir judicialmente pedindo uma indemnização de cerca de 100 mil euros à Endemol.

PUBLICIDADE

Cerca de cinco meses depois do sucedido, Zena e André ainda se sentem “perseguidos” pelos vídeos, que foram divulgados sem a sua autorização.

“Não está esquecido. Sempre que o André lança um single ou apoiamos uma causa, há sempre alguém que puxa o tema ou nos manda um vídeo novo. Apesar de nos dizerem que o tempo apaga tudo, a Internet não permite“, afirma TV Guia.

Zena acredita que os vídeos “vieram prejudicar o André em termos profissionais“.

A madeirense afirma ainda que a produção garantiu que nada iria ser divulgado. “Deram-nos garantias de que nada ia ser visto…“.

“Houve pessoas que ganharam dinheiro a vender outros vídeos. E isso não pode ficar impune“, acrescenta ainda a vencedora do Big Brother – A Revolução.