Zena assume: “Vi a minha vida desabar depois do programa acabar…”

Zena Pacheco foi a grande vencedora do Big Brother – A Revolução, que foi para o ar em setembro de 2020 e foi apresentado por Teresa Guilherme. Passado um ano de ter vencido o reality show da TVI, a madeirense fez um balanço, em declarações à revista Maria.

PUBLICIDADE

Ganhou 50 mil euros e ainda encontrou o amor da sua vida, André Abrantes. Zena assume que quando saiu do programa ficou radiante mas depressa a felicidade desvaneceu quando viu vir a publico os vídeos de relações sexuais entre o casal durante o Big Brother – A Revolução.

“Saí do programa vencedora e com uma imagem limpa, mas 18 dias depois vi a minha vida desabar com as minhas imagens a ter relações com o André. Isso foi muito duro!“, confessa a madeirense.

“Passei cinco meses muito difíceis. Andei completamente perdida, de rastos mesmo, apesar de todo o apoio, foi inevitável. A minha intimidade foi exposta, ainda por cima numa altura em que não fazia sentido. O programa tinha acabado. As imagens saíram por alguém que só me quis fazer mal. Pior que isso é que o caso virou a minha vida do avesso e nunca teve resolução“, conta Zena.

A vencedora do programa lamenta ainda a falta de oportunidades dadas pela TVI e não esconde a mágoa.

“Creio que o facto disto ter acontecido, de não haver responsabilidades apuradas, fez com que eu, mesmo tendo sido vencedora, tenha sido aquela pessoa que nunca foi chamada pela TVI. Eu e o André já fomos aos programas, mas não nos moldes que seriam supostos. Eu nunca falei da minha vitória, nunca tive tempo de antena… Pensei que poderia ter algumas oportunidades, até porque o meu sonho é ser atriz, e infelizmente não tive“.

PUBLICIDADE
  Sugestões para ti