PUBLICIDADE

Sónia Jesus e Pedro Alves defendem Ricardo: “Há muito falso moralista”

Sónia Jesus e Pedro Alves deram uma entrevista ao site A Televisão onde comentaram a polémica de Ricardo no Big Brother.

PUBLICIDADE

A ex-concorrente do Big Brother 2020 afirma que o jovem não devia ter dito o que disse, mas que não o quer ver condenado.

“Não acho que ele devia ter brincado com o assunto, porque há pessoas que sofrem com isso, sofrem em silêncio… Foi sancionado, sim, não podemos criticar a sanção do Big Brother, porque o Ricardo brincou com o assunto, mas é preciso esclarecer aqui que não aconteceu absolutamente nada“, considerou Sónia

“O Ricardo não teve relações com a Joana sem consentimento. Não aconteceu absolutamente nada. Por isso, se não aconteceu absolutamente nada, ele não tem de ser condenado da forma que tem vindo a ser“, sublinhou.

“Ele foi sancionado, mas não aconteceu nada. É preciso ver que ele tem o futuro pela frente, tem filhos, tem família, que podem estar a sofrer e ele pode vir a sofrer com isto. Não o devia ter feito, mas já foi sancionado. Não acho que crucificar seja o melhor. Eu já estive numa situação idêntica“, acrescentou

Pedro Alves também afirma que os reality shows estão por hora da morte. “Eu não quero tirar dimensão a isto, mas estão a matar os reality shows. Todos os concorrentes que ali estão, pode haver uma exceção ou outra, mas nunca estiveram em televisão. É a primeira vez deles e estão a ser vigiados 24 horas. Em 24 horas, façam uma introspeção e vejam a quantidade de barbaridades que disseram. Ele pode errar isto, mas as pessoas conseguem errar 500 mil vez pior. Há muito falso moralista“, atirou.

PUBLICIDADE
Sugestões para ti