PUBLICIDADE

Romana recorda infância difícil e problemas com o pai: “Pôs-me fora de casa. Ainda não tinha 16 anos…”

A artista Romana esteve à conversa com Júlia Pinheiro, no programa das tardes da SIC, esta quarta-feira. A cantora recordou parte da sua infância e fez revelações surpreendentes. Com uma vida modesta, Romana conta que chegou a usar roupas de Ana Malhoa.

PUBLICIDADE

A cantora conta ainda que os pais discutiam muito e que não tinham um bom ambiente familiar.

“O ambiente em casa não era de silêncio, de serenidade, os meus pais brigavam muito, gritaria pelo meio, coisas a voarem de um lado para o outro”, começou por dizer.

“Acho que o meu pai nos educou nos valores que ele achava que eram os melhores. Ele acha que foi tudo normal, no entanto eu não ia querer um pai assim para os meus filhos”, afirmou.

Romana revela que era o seu pai quem geria a carreira da cantora. “Quem fazia a gestão [do dinheiro] era o meu pai. Ele dava-me à volta de 25 a 50 euros, por espectáculo, para eu ir comprando as minhas coisinhas”.

“Já quis [fazer as contas desse dinheiro], mas sempre que se toca em alguns assuntos, eles são sensíveis perante os olhos de algumas pessoas da família e não acaba bem. E como não acaba bem, eu fujo. Vivo muito mais sã e feliz, longe daquilo que foi o passado”, confessou.

Com uma relação atribulada com o pai e assumindo-se rebelde, a cantora acabou por ir viver com um namorado, depois do pai a colocar fora de casa. “O meu pai pôs-me fora de casa. Ainda não tinha 16 anos”, disse.