PUBLICIDADE

Rita revela passado dramático por recusar praxes: “Tratavam-me mal, chamavam-me nomes, era muito ofendida”

Rita, concorrente do Big Brother, revelou durante uma atividade que sofreu um verdadeiro inferno por se ter recusado a participar nas praxes académicas.

PUBLICIDADE

“Sou aquela pessoa que não me passo, jamais ia ser mal-educada aqui ou lá fora. Vou dar-te um exemplo da minha vida real, eu sei que aguento muito bem a pressão. Eu estive na faculdade em Viseu e quando fui para Coimbra, fiz uma transferência e tive de começar tudo do zero”, explica.

“Comecei as cadeiras todas e também a parte da praxe. Quem estudou em Coimbra sabe, se tu disseres que não queres ir à praxe, és completamente posta de lado e até és enxovalhada, maltratada. A praxe em Coimbra é o ponto mais alto”, disse.

“Podes ser o melhor aluno, mas se não fores da praxe tu és posto de parte. Eu já tinha feito a praxe em Viseu e para mim não tinha sentido eu ir novamente fazer uma praxe toda só para vestir o traje e ser menina bonita em Coimbra”.

“Fui a uma ou duas praxes e não fui mais, já tinha feito isso antes em Viseu. Quando tomei a minha posição de não ir à praxe, passei muito mal porque a minha turma era de 40, 50 e toda a gente, todos, de um momento para o outro viraram-se contra mim. Eu passava nos corredores, tratavam-me mal, chamavam-me nomes, era muito ofendida. Não foi por isso que deixei de ir às aulas, levantava a cabeça e nunca fui mal-educada”, contou a jovem aos colegas.

PUBLICIDADE
Sugestões para ti