PUBLICIDADE

Rita Guerra descobriu caroço na mama um dia após funeral do pai: “O cancro é uma doença muito presente na nossa família”

Rita Guerra foi a convidada de Manuel Luis Goucha desta segunda-feira. A cantora esteve à conversa sobre vários temas, nomeadamente sobre a depressão que passou e ainda a morte do pai.

PUBLICIDADE

A cantora emocionou-se ao recordar os pais que partiram ambos vítimas de cancro. Rita Guerra, de 54 anos, acabou por revelar que descobriu um dia depois do funeral do pai, em maio deste ano, que tinha um caroço na mama.

“A minha mãe morreu com 74 anos de cancro, o meu pai morreu em maio, também de cancro, infelizmente é uma doença muito presente na nossa família, eu própria descobri que tenho um caroço numa mama no dia a seguir ao funeral do meu pai”, contou.

Rita Guerra informou que “felizmente não é maligno”: “Até nisso, eu sou muito otimista sabes. Tendo detetado a tempo, e muito por insistência da minha querida manager Anabela Conceição (…) ela disse-me “como é que é possível que uma mulher como tu não vais fazer uma mamografia há 2 ou 3 anos?” (…) É uma irresponsabilidade! Meninas e mulheres não se deixem levar pela boa disposição e achar que está sempre tudo bem, de facto, eu estou “bem” mas tenho cá um caroço (…)”.

PUBLICIDADE
Sugestões para ti