PUBLICIDADE

Ricardo Martins Pereira indignado com decisão de Portugal: “Vergonha, muita vergonha”

Portugal decidiu não assinar a carta sobre os direitos LGBT na Hungria e Ricardo Martins Pereira não escondeu a sua indignação.

PUBLICIDADE

O ex-marido de Ana Garcia Martins partilhou a notícia que dava conta da decisão portuguesa em não assinar a carta relacionada com os direitos da comunidade LGBT na Hungria, país que se mostra contra a homossexualidade.

“Vergonha. Muita vergonha“, começou por escrever o “Arrumadinho”.

Apesar de existirem treze países a assinar o manuscrito no qual é referido que “a estigmatização das pessoas LGBTQI constitui uma violação manifesta do seu direito fundamental à dignidade“, Portugal optou por assumir um papel de “neutralidade“.