PUBLICIDADE

Maria João Abreu morreu a ouvir marido e filho a cantar: “Esperou pelo último acorde de guitarra para respirar a última vez…”

Maria João Abreu morreu na passada quinta-feira, dia 13 de Maio. A morte prematura da atriz de 57 anos deixou o país em choque e milhares de colegas, familiares, amigos e fãs quiseram despedir-se e acorreram à Igreja de São João de Deus, em Lisboa, onde decorreram as cerimónias fúnebres.

PUBLICIDADE

Rita Raposo, nora da atriz, revelou como foram as últimas horas de vida e que Maria João Abreu “partiu em paz” enquanto ouvia o marido e um dos filhos a cantar a sua música preferida dos Pearl Jam, ‘Black’.

“Vivemos tempos mais do que tristes e injustos. Fomos mandados para um lugar que não tinha que existir. Hoje vivemos num luto isolado.
Devido ao Covid, não iremos estar presentes na despedida do corpo da Joãozinha. Não poderemos abraçar os amigos, já. Sentimos, porém toda a vossa avalanche de amor virtual e ela tem sido tão boa. Muito obrigada! ❤️”, começou por escrever.

“A João partiu em paz enquanto ouvia o João e o Ricardo dedicarem-lhe uma última música que ela adorava, Black.
Ela esperou pelo último acorde de guitarra para respirar a última vez. E estava linda, como sempre!
Dizer que ela é a melhor pessoa do mundo não chega. Ela é muitas outras coisas que não se explicam.”, acrescentou ainda.