PUBLICIDADE

João Paulo Rodrigues recorda divórcio e agradece a Júlia Pinheiro: “Eu devo-lhe muito…”

João Paulo Rodrigues foi um dos convidados de Cristina Ferreira no ‘Dois às 10’. O apresentador e ator recordou os tempos em que esteve na TVI e fez sucesso no ‘A Tua Cara Não Me É Estranha’.

PUBLICIDADE

João Paulo Rodrigues recebeu a surpresa do amigo e colega Pedro Alves e ainda um vídeo e desenhos das duas filhas. O ator acabou por falar do divórcio de Juliana Marto, uma fase que lembra muito difícil.

“A mim custa-me muito entrar numa casa onde não estão os brinquedos das minhas filhas, mas a vida é mesmo assim, tem de ser, temos de trabalhar, temos de meter a bola para a frente”, desabafou.

“Foi das fases mais difíceis da minha vida. (…) Custou-me muito e ainda me custa. Custa-me estar grande parte do meu tempo longe delas, mas ajudou-me a crescer “, disse, referindo-se às filhas.

Na altura do divórcio João Paulo Rodrigues apresentava as manhãs da SIC ao lado de Júlia Pinheiro.

“Foi difícil, foi muito difícil mesmo… Havia dias em que me batia ali a cena mais forte e a Júlia foi uma grande companheira. Foi uma força na minha vida. E por isso eu devo-lhe muito”, afirma.

“Às vezes ficava no meu camarim depois da hora do meu programa porque vinham-me lágrimas aos olhos, apareciam-me fotografias antigas e eu ficava lavado em lágrimas. Depois não saía porque estava ali a equipa de produção e não queria que me vissem. (…) Eu gosto de chorar sozinho. Foi uma equipa que respeitou a minha dor na altura”, recorda.