PUBLICIDADE

Gesto de Cristiano Ronaldo pode custar 4 mil milhões em bolsa à Coca-Cola

Cristiano Ronaldo protagonizou um momento insólito na conferência de antevisão ao jogo de Portugal com a Hungria, trocando duas garrafas de Coca-cola por uma de água. Este gesto teve implicações na cotação da marca de refrigerantes na bolsa de Nova Iorque.

PUBLICIDADE

O jornal ‘Marca’ analisou os dados em bolsa, e a atitude de Cristiano Ronaldo teve uma repercussão negativa no valor de mercado da Coca-Cola, com as ações a desvalorizarem 1,6%, o que representa cerca de 4 mil milhões de euros.

A UEFA reagiu ao gesto de Cristiano Ronaldo, revelando ao Expresso que a Coca-Cola tem sido um parceiro essencial na realização dos torneios de futebol e no desenvolvimento de várias outras modalidades desportivas.