PUBLICIDADE

Flávio Furtado defende Cláudio Ramos: “Parabéns pelo banhozinho de chá que deu ao Bruno e ao António”

A gala do Big Brother deste domingo ficou marcada pela polémica chamada de atenção dos apresentadores a Bruno e a António, que comemoraram o passaporte para a final, utilizando o termo “manas”.

PUBLICIDADE

Cláudio Ramos ficou indignado e alertou a dupla de concorrentes: “Não, não é. É uma final de duas pessoas que estão a concorrer a um programa de televisão. Não se metam num gueto que não gostam que as outras pessoas os coloquem. Não façam isso“.

Manuel Luís Goucha também concordou com o apresentador.

Flávio Furtado, este segunda-feira no Extra, deu os parabéns aos apresentadores.  “Primeiro, gostava de dar os parabéns ao Cláudio Ramos pelo banhozinho de chá que deu ao Bruno e ao António. Por serem homossexuais e terem uma orientação sexual que foge à regra, não deixam de ser homens“.

“Tratarem-se por manas: na intimidade isso até pode acontecer, num grupo de amigos em casa podemos usar, se quando se está em televisão há coisas que não se devem dizer esse tipo de expressão também não se usa, porque se eles agora saíram do programa e na rua começarem a ser chamados por ‘brunette’, ‘manas’ e ‘antonette’ não vão achar piada, vão achar que é homofobia“, explicou.

“O processo de aprendizagem parte daquilo que se dá e aquilo que tem de se dar em televisão é: são homossexuais, assumidos, é de tirar o chapéu sobretudo numa sociedade que, regra geral, é muito conservadora, muito preconceituosa, mas expliquem às pessoas que são tão normais, demonstrem essa normalidade e não se tratem por manas, por mulher. É uma brincadeira que são livres de a ter, mas depois se cá fora as pessoas os chamarem assim não fiquem chocados“, concluiu.

Recorde-se que algumas figuras públicas reagiram ao caso com indignação. Veja aqui.

PUBLICIDADE
Sugestões para ti