PUBLICIDADE

Fernando Medida: “Devemos aplaudir a coragem da Sofia Arruda. Não são as vítimas que têm de se justificar”

Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa, falou sobre a denúncia de Sofia Arruda, que durante a entrevista no ‘Alta Definição’ revelou ter sido alvo de assédio sexual por uma grande figura da televisão.

PUBLICIDADE

O presidente da Câmara partilhou no Twitter o seu comentário no espaço da TVI24.

“Devemos aplaudir a coragem da Sofia Arruda. Não são as vítimas que têm de se justificar. Proteger os agressores pedindo satisfações às vítimas é uma expressão de atraso de uma sociedade que precisa de evoluir”, começou por escrever.

“Devemos comportarmo-nos coletivamente por forma a que mais mulheres sintam condições para denunciar publicamente os abusos de que são alvo”, disse, defendendo ainda que “não tem de dizer o nome, não tinha de ter falado antes e, verdadeiramente, não teve culpa de nada, passando-se a história como ela o descreve”.

Recorde-se que depois de Sofia Arruda surgiram novos testemunhos. Inês Simões foi uma das que revelou ter sido assediada. João Quadros também levantou suspeitas sobre um caso de uma apresentadora. Sabe aqui.