PUBLICIDADE

Encontros indesejados. Jéssica das Neves acusa Joana: “Isto é ou não é bullying?”

Jéssica Neves, amiga de Bruno Savate, revelou que se encontrou com Joana Albuquerque no seu local de trabalho e acusa a ex-namorada do nortenho de bullying.

PUBLICIDADE

“Conheci o Bruno há anos. Nunca fomos tão próximos como agora e eu passo a explicar porquê. Trabalhava no Tamariz, um restaurante no Estoril, quando, já no fim do turno o encontro. O Bruno reconheceu-me e trocámos 3 minutos de conversa ponto.
Uns dias mais tarde, comentei uma fotografia do mesmo em modo brincalhona ( o meu modo constante de ser e estar) e no próprio dia, minutos depois, não só fiquei atolada de seguidores assim como de mensagens. Mensagens essas repletas de ameaças e insultos baseados numa rápida e errada interpretação relativamente palavras escolhidas por mim deixadas nessa fotografia”, escreveu.

“No dia seguinte fiquei automaticamente rotulada como sendo a razão pelo término dos savana. Desmenti, justifiquei-me ironizei e tentei desvalorizar a situação ( o máximo que podia e conseguia). Sem sucesso
Passaram-se dias e a minha caixa de mensagens bem como os seguidores mais que quadruplicaram. Cheguei mesmo a ser difamada e insultada através de coment á rios nas minhas próprias publicações.”, atirou.

“Hoje, passadas semanas de um atormento diário e sistemático, no meu estabelecimento de trabalho e durante o meu turno a Joana, rainha e beta de Cascais entrou e sentou-se juntamente com uns amigos, de entre os quais o Pedro Alves e decidiu fazer-me de plano de fundo a um vídeo filmado pelo ex concorrente a gozar comigo”, contou.

“Como assim?
Vou passar o resto da vida a andar na rua a olhar por cima do ombro?
Quantas mais vezes tenho e vou trocar de trabalho?
Posso ir passear com a minha família sem medo ou receio que de ser filmada, insultada ou agredida a partir de que dia?
Isto é ou não é bullying?
O dia de hoje ficou marcado, para mim, pela maldade, sede de vingança e pela falta de respeito e liberdade pelo próximo.
E se fosse contigo?”, questionou.