Câmara de Lisboa reage. “Marquise” de Cristiano Ronaldo está ilegal e “vai ser feita uma inspeção”

Cristiano Ronaldo e Georgina Rodriguez estão em Portugal, a estrear o novo apartamento de luxo, em Lisboa. A polémica instalou-se depois do craque português ter pedido para se construir uma espécie de “marquise” no topo do edifício. 

PUBLICIDADE

O arquiteto responsável pelo projeto já reagiu e mostrou-se indignado ao ver ser desrespeitada a sua arquitetura, garantindo ainda que a Câmara Municipal de Lisboa não tinha aprovado o projeto.

Segundo a revista Sábado, a Câmara Municipal de Lisboa indicou que não houve qualquer pedido para o efeito e não recebeu autorização de construção. A mesma fonte conta que apenas deu entrada “um pedido de autorização para umas guardas de ferro”, que não correspondem à marquise.

Fernando Medina falou à SIC Notícias:  “Não sabemos exatamente o que é que está feito, a Câmara ainda não inspecionou o que está feito, porque a informação que temos é da notícia de um jornal, não havia nenhuma denúncia relativamente a isso, não tinha havido nenhuma inspeção… Agora vai ser feita uma inspeção para avaliar, brevemente e, em função disso, a legalidade será reposta”.

Vê mais sobre este assunto:

Arquiteto do projeto arrasa “marquise” de Cristiano Ronaldo: “Há princípios que não admito que sejam atropelados”
Georgina mostra treino de Ronaldo no terraço da casa de luxo em Lisboa
Cristiano Ronaldo manda construir marquise em casa de 7,3 milhões de euros
Populares e fãs em histeria para ver Cristiano Ronaldo na casa milionária em Lisboa

PUBLICIDADE
  Sugestões para ti