PUBLICIDADE

Bruno Savate revela que esteve medicado durante o Big Brother

Bruno Savate ficou em segundo lugar no Big Brother – Duplo Impacto. Durante o seu percurso, o concorrente revelou que estava a passar por uma depressão e que estava medicado.

PUBLICIDADE

Agora, em conversa com a imprensa, Savate confirma que tomava medicação para controlar a ansiedade e o seu estado de espírito.

“O que eu tomava era única e exclusivamente à noite algo que me diminuísse a ansiedade para poder descansar melhor e de manhã tomava um comprimido para fazer o meu cérebro arrancar e para eu ver felicidade em pequenas coisas. Tenho comprovativos e receitas médicas. Mesmo assim tinha muita dificuldade em adormecer devido ao facto dos concorrentes não respeitarem aquilo que eu estava a passar e faziam barulho até às 4 da manhã”, conta.

O nortenho diz que entrou no programa para fugir à dura realidade do Covid-19. “Como este era o meu sexto reality show eu já estava habituado a isto e sabia para o que ia. Pensei que seria bom ir para eu me abstrair dos meus verdadeiros problemas, do que realmente se estava a passar, e assim, ir viver uma realidade completamente paralela à minha e assim recuperar. Foi este o meu pensamento: viver um mundo virtual. Consegui, com alguns obstáculos, mas consegui superar-me. Acho que saio mais forte. A aproximação da final não mexeu comigo, foram alguns momentos que vivi lá dentro que mexeram e que me desestabilizaram emocionalmente. Fui sempre coerente desde o início”, diz.

“Quando uma pessoa está psicologicamente afetado e fechado dentro de uma casa, temos mais dificuldade em gerir os nossos sentimentos. Agora que estou cá fora consigo gerir melhor, porque estou próximo das pessoas que eu gosto e que gostam realmente de mim”, afirma.

“Eu entrei com depressão, consegui controlar-me bastante tempo, mas ao fim já estava cansado. Quando eu saí foi uma lufada de ar fresco. Senti-me realmente feliz  quando saí.”