PUBLICIDADE

Bruno acusa Débora de ser “cão de trela” de António

Bruno e António entraram em confronto esta terça-feira à noite, depois de António ter revelado que não queria ver o colega na final.

PUBLICIDADE

“Não [merece]. (…) não acho que ele mereça porque no Bruno ainda vejo ali algumas atitudes dúbias. Por exemplo, hoje perguntaram-me quem é que era a pessoa, para mim, mais falsa da casa, não é que eu ache que o Bruno seja falso, mas ali há coisas nele que eu não vejo como 100% verdadeiras“, respondeu.

Bruno não gostou do que ouviu e arrasou o colega, colocando ainda Débora na conversa. “Aqui ninguém me aponta isso [de falsidade], a não ser o António e o seu cão de trela, a Débora. A Débora também vive numa ilusão de que o António é fortíssimo, que o vencedor está mais que escolhido lá fora para os portugueses, portanto, o António nomeia a Débora sistematicamente e a Débora continua a lamber-lhe os pés, é uma coisa que eu nunca vi na vida, acho estranhíssimo, acho comportamentos esquisitos, não são comportamentos que eu tenha, são comportamentos esses sim que eu acho falsos“.

“Não gostei de ouvir ‘cão de trela’, mas também já me disseram anteriormente que eu era manipulada pelo António, influenciada, etc. Eu acho que não tenho de provar nada a ninguém, se eu tenho pessoas que eu prefiro aqui dentro e que acho são mais fortes no jogo, sim sem dúvida, o António é uma delas. Não tenho que, por isso, ser intitulada como ‘cão de trela’ só porque me dou com ele e gosto de estar com ele (…) É a opinião do Bruno, entristece-me, mas pronto… é isso“.

PUBLICIDADE
Sugestões para ti