PUBLICIDADE

10 anos depois do crime. O que é feito de Renato Seabra?

Renato Seabra continua a cumprir pena na prisão de alta segurança, 10 anos depois de ter assassinado Carlos Castro, em Nova Iorque.

PUBLICIDADE

Segundo o Correio da Manhã, Renato Seabra tem ajudado na Missa de domingo e ainda trabalha 7 horas por dia na fábrica de roupa da cadeia, com 450 reclusos. O jovem português faz camisas, calças e fardas para o departamento correcional de Nova Iorque.

Sabe-se ainda que para se deslocar ao recreio tem de o fazer de mãos e pés algemados, depois de ser hospitalizado por duas semanas por ter tido episódios comportamentais semelhantes ao dia da morte do cronista.

Renato Seabra está a cumprir pena de 25 anos, por crime de homicídio em segundo grau. Quando cumprir os 25 anos de cadeia, a pena será revista e até poderá ser prolongada. A liberdade condicional só pode ser pedida em 2035. Renato ficará na cadeia, no mínimo, até 1 de março de 2036.